João N Neves, Instrutor e Professor de Cursos Livres
  • Instrutor e Professor de Cursos Livres
  • Pro

João N Neves

São José do Rio Preto (SP)
27seguidores84seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

João NNeves
Perfil Profissional:
Professor de Cursos Livres(Coaching) ; Aulas para: Advogados, Procuradores, Despachantes, Concurseiros, Administradores, Contadores, Técnicos, Graduandos, interessados em Legislação Previdenciária.


-Vasta experiência, prática, teórica na área previdenciária, trabalhando na área por mais de 20 anos.


Perfil psicológico/real: "Eu sou apenas um rapaz, latino americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior"(Belchior)

Verificações

João N Neves, Instrutor e Professor de Cursos Livres
João N Neves

Autor (Desde Jun 2017)

PRO
Desde September 2017

Comentários

(109)
João N Neves, Instrutor e Professor de Cursos Livres
João N Neves
Comentário · há 14 dias
1 - "A Constituição Federal, de maneira muito civilizada, poética e utópica, prevê, como “fundamento” de nosso Estado - que se pretende - Democrático de Direito, a dignidade humana (art. 1.º, III).”

Resposta:
A realidade desmente esse artigo, de "cabo a rabo"; os "direitos humanos" são para humanos e não quem abdicou deste conceito. Suzane Richtoffen, "xampinha", "casal Nardoni" são exemplos perfeitos de que, de fato, a legislação está a favor de canalhas inumanos.

"Xampinha" continua "preso"(está em hospital psiquiátrico prisional, devido principalmente ao clamor da população por PUNIÇÃO (e não redenção estatal terrena, que os "direitos dos manos" de fato querem)

"Suzane Richtoffen" , além de ter recebido, por 2 anos, pensão por morte(INSS) dos dois pais que matou, ainda por várias vezes fora beneficiada por "saidinhas" tipo "dia dos pais", "das mães"(que ela MATOU, repito!) etc etc. Os "irmãos Cravinhos" sequer presos estão mais...., a vontade..."

"Casal Nardoni", praticamente a mesma coisa dos anteriores.....e isso são apenas exemplos bem básicos, que a mídia replica, imagina as que sequer aparecem.

2- "Portanto: os acusados valem menos do que vítimas, testemunhas ou até mesmo documentos; são menos pessoas e não ostentam da mesma dignidade e respeitabilidade. Não valem nada."

Resposta: "mimimi"(choradeira responde-se com choradeira).

3-"É preciso enxergar a floresta toda! De um lado temos a Constituição Federal, repleta de árvores, animais, flores e frutos. Com ela, a presunção de inocência, o princípio da isonomia - segundo o qual todos deveriam ser tratados de maneira igualitária perante a lei -, assim como o in dubio pro reo; de outro lado temos a macega: apenas a palavra da vítima! Que, como o acusado, não presta o compromisso de dizer a verdade."

Resposta: mais "mimimimi" e , de fato, recomendo fortemente a leitura de um livro, escrito por um promotor de justiça, cujo título é "Só é preso quem quer! Impunidade e ineficiência do sistema criminal", do Promotor de Justiça (*)Marcelo Cunha de Araújo.

3- "Haja bunker! E comida para estocar…Até semana que vem!"

Resposta: Faria-nos grande favor de, ao menos, se municiar em referência bibliográficas e não em frases carregadas de sentimentalismos vitimistas. De fato, ajudaria a clarear mais a tal realidade-bunker que cita, com ironia, mas smj, com profunda isenção de fatos concretos a validar!

(*) Marcelo Cunha de Araújo possui graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1999), Mestrado em Direito Processual pela PUC-MG (2002) e Doutorado em Direito Constitucional pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005). Além disso, possui graduação em Engenharia Mecânica pela UFMG (1998) e bacharelado em psicologia pela UFMG (2009). Atualmente é membro do Conselho Editorial da Revista Jurídica do MPMG – “De Jure”; Professor concursado (Adjunto III) da PUC-MG (Disciplina Psicologia Jurídica) e Promotor de Justiça do MPMG

fonte: https://mpbertasso.wordpress.com/2009/08/01/so-e-preso-quem-quer/

Perfis que segue

(84)
Carregando

Seguidores

(27)
Carregando

Tópicos de interesse

(84)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

João N Neves

Entrar em contato